Análise Situacional da Educação Corporativa nos Tribunais de Contas

A presente Análise Situacional das Unidades de Educação Corporativa dos Tribunais de Contas do Brasil foi elaborada com o objetivo de apresentar uma visão geral descritiva do campo de atuação de cada unidade, identificando suas necessidades, oportunidades de realizações, avanços e limitações.

O trabalho foi conduzido pelo Grupo Temático de Educação Corporativa dos Tribunais de Contas do Brasil (GEC), constituído no âmbito do Programa de Modernização do Sistema de Controle Externo dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios Brasileiros (PROMOEX), com a assessoria de consultoria contratada pelo Instituto Rui Barbosa (Consultoria Griffo) por indicação do GEC, que acompanhou e supervisionou todo o processo.

A análise situacional visou proporcionar um diagnóstico da situação da educação corporativa nas instituições de controle externo no ano de 2011, sendo considerada etapa inicial e essencial para possibilitar os encaminhamentos necessários para o plano geral de um trabalho de avaliação. O trabalho considera que a análise situacional envolve três dimensões: descrição, interpretação e identificação das necessidades.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Missão

“Promover a integração, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos métodos e procedimentos de controle externo, aproximando instituições e sociedade, de modo a fortalecer ações que beneficiem a coletividade”

Visão

“Ser referência no conhecimento e na promoção da qualificação e da integração dos órgãos de controle externo”

Sede do IRB
Subsede – “Endereço para correspondências”
Rolar para cima