IEGM-Brasil: Novo portal disponibilizado pelo IRB apresenta os dados de forma moderna e interativa

Equipe Instituto Rui Barbosa

Os dados e informações que compõem o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) já podem ser acessados de forma moderna, objetiva e interativa no novo portal do “IEGM-Brasil”, disponibilizado pelo Instituto Rui Barbosa (IRB) em seu site institucional.

O novo espaço permite aos usuários conhecerem e interagirem com o banco de dados obtido a partir das informações coletadas nos questionários do IEGM-Brasil, os quais são respondidos pelos gestores municipais de todo o país, abrangendo sete dimensões: educação (i-Educ), saúde (i-Saúde), planejamento (i-Planejamento), gestão fiscal (i-Fiscal), meio ambiente (i-Amb), cidades protegidas (i-Cidade) e governança em tecnologia da informação (i-Gov TI).

A plataforma permite, ainda, filtrar as informações por região e estado; realizar o download das respostas aos questionários e da base de cálculo para as notas conferidas aos munícipios; e comparar os resultados consolidados, de acordo com as cinco faixas de enquadramento: altamente efetiva (A), muito efetiva (B+), efetiva (B), em fase de adequação (C+) e baixo nível de adequação (C).

O novo portal “IEGM-Brasil” é resultado do processo de modernização do indicador, conduzido pelo Comitê Técnico de Avaliação de Indicadores de Gestão Pública – IEGE/IEGM do IRB, presidido pela Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), Cristiana de Castro, visando padronizar o processo nacional, conferindo segurança e confiabilidade aos dados, e assim fomentar o engajamento de todos os Tribunais de Contas, propiciando a existência de uma base de dados nacional com informações das gestões municipais atualizadas, de fácil acesso e inteligíveis a todos os interessados: controle externo, gestão municipal, academia e sociedade.

 

Sobre o IEGM

O Índice de Efetividade da Gestão Municipal – IEGM, indicador padrão da Rede Nacional de Indicadores Públicos – Rede Indicon, foi idealizado em 2015 pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e disponibilizado aos Tribunais de Contas pelo Instituto Rui Barbosa (IRB).

A finalidade do IEGM é reunir informações que possam servir de parâmetros para subsidiar as ações de controle externo, aperfeiçoar as ações governamentais, fornecer informações aos cidadãos sobre a gestão local, além de produzir estudos sobre políticas públicas.

O IEGM reflete as principais responsabilidades da gestão municipal na repartição de competências dentro da Federação, cabendo-lhe satisfazer os interesses locais. Sob esse prisma, o IEGM é orientado à avaliação do esforço da gestão municipal para a provisão de políticas e serviços públicos sob sua competência e os efeitos resultantes das ações da administração sobre políticas públicas.