IRB E FEA-USP DERAM INÍCIO AO MBA AUDITORIA E INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO DURANTE AULA INAUGURAL NO TCE-CE

O Instituto Rui Barbosa (IRB), braço acadêmico dos Tribunais de Contas, em parceria com a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP) com o apoio do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE), por meio do Instituto Plácido Castelo (IPC), realizaram a aula inaugural do MBA Auditoria e Inovação no Setor Público na última quinta-feira, no Plenário da Corte de Contas cearense.

Presidente do IRB Edilberto Pontes (TCE-CE)

O evento contou com transmissão simultânea pelo canal do Instituto Rui Barbosa no YouTube.

Participaram da solenidade de abertura, o presidente do IRB, conselheiro Edilberto Pontes (TCE-CE); o presidente do TCE-CE, conselheiro Valdomiro Távora; os professores, Ana Carla Bilacheriene, Luciano Vieira e Adalberto Américo Fishmann. Virtualmente, participaram o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamim Zymler e o professor Wilson Amorim.

Professor Abalberto Fischmann

Durante a solenidade, o presidente do IRB, Edilberto Pontes iniciou sua fala com uma célebre frase do escritor português Fernando Pessoa “Deus quer, o homem sonha, a obra nasce”, referindo-se a exitosa parceria que resultou na capacitação ofertada para os servidores dos Tribunais de Contas do Brasil.

 

O curso alcançou a adesão de todas as regiões do país, registro destacado na fala do presidente do IRB, que prosseguiu “a inovação faz parte da agenda dos países e organizações mais desenvolvidas do Mundo. Esperamos que aqueles que concluírem este MBA saiam com uma mudança de perspectiva em seu olhar e ações”, disse.

Presidente do TCE-CE Valdomiro Távora

Finalizou agradecendo o apoio maciço do TCE-CE. Em seguida o presidente da Corte de Contas do Ceará destacou, “ É de grande importância vivenciarmos este momento em que podemos promover o acesso a um curso dessa relevância no qual a primícia é a capacitação tanto dos servidores públicos da área, como dos profissionais liberais e interessados na seara da auditoria e inovação no setor público.

Renovo o compromisso do TCE-CE em apoiar ações que fortalecem a administração pública, por meio de instituições que são referências nacionais nas suas esferas de atuação”.

Ministro do (TCU) Benjamin Zymler

Após as falas iniciais, os espectadores assistiram as palestras programadas para esse momento inaugural.

 

O professor titular da faculdade de economia, administração e contabilidade da USP, Abalberto Fischmann, iniciou falando sobre os princípios da Administração e citando os clássicos da área como Henri Fayol e Marx Weber.

 

O presidente Edilberto palestrou sobre inovação, os incentivos para inovar, os desafios para o setor público, o papel do controle e a necessidade da administração pública e dos Tribunais de Contas estarem afinados com a atualidade e com o espírito do tempo.

 

Já o ministro do TCU, Benjamin Zymler destacou a capacidade de adequação da inovação ao mundo real e a necessidade de criação de legislações para essa adaptabilidade.

 

A Especialização em Auditoria e Inovação no setor Público conta com 145 alunos, será em EAD e realizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

No total serão 35 disciplinas ao longo de 26 meses.

 

Facebook
Twitter
WhatsApp
Rolar para cima