Presidente do IRB participa da reunião da MEI, na sede da CNI em São Paulo

5 de agosto de 2019 por em Notícias

O Instituto Rui Barbosa participou na manhã do dia 02 de agosto de 2019, a convite do Presidente da Confederação Nacional da indústria, Robson Braga de Andrade, da reunião do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI).

Na ocasião, o Presidente do Instituto Rui Barbosa, Conselheiro Ivan Lelis Bonilha (TCEPR), acompanhou relatos e diagnósticos do panorama geral acerca do planejamento estratégico 2019-2030 para a inovação na indústria, passando pelo cenário que vai desde as startups até grandes corporações industriais, inclusive com as demandas atinentes à investimentos, aproximação da academia às empresas e o papel do governo na desburocratização de todo o contexto empresarial brasileiro.

A reunião contou com a fala do Presidente da Confederação Nacional da indústria, Robson Braga de Andrade, do Presidente do Conselho de Administração da ULTRAPAR, Pedro Wongtschoeski, do Presidente do Conselho da TOTVS, Laércio Cosentino, do membro do Conselho de Administração da Brasil Foods, Luis Furlan, do Presidente de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal da CAPES, Anderson Ribeiro Corrêa, do Presidente da FINEP, General Waldemar Barroso Magno Neto, do Presidente do INPI, Cláudio Furtado, do Ministro Interino de Ciência e Tecnologia Julio Francisco Semeghini Neto e do Senador Izalci Lucas, Presidente da Frente Parlamentar de Inovação do Senado Federal.

Um dos destaques da reunião foi a adesão do Brasil ao Protocolo de Madrid, que foi possível graças a aprovação pelo Senado Federal do  PDL 98/2029 em 23 de maio de 2019, o que permitirá a entrada menos burocrática de marcas brasileiras em outras regiões do mundo, sem a necessidade de registro (da marca) em cada um dos países em que estará.

MOBILIZAÇÃO EMPRESARIAL PELA INOVAÇÃO

A MEI é um movimento que visa estimular a estratégia inovadora das empresas brasileiras e ampliar a efetividade das políticas de apoio à inovação por meio da interlocução construtiva e duradoura entre a iniciativa privada, academia e o setor público.

    Cartão