Aconteceu no IRB

Para você não perder nada, preparamos um resumo dos eventos da semana.

 

Rede das Escolas de Contas, Rede de Gestão de Pessoas, Comitê de Normas de Auditoria e ISC-TCU alinham forma de participar da construção das normas sobre Competências Profissionais da INTOSAI

INTOSAI
Organização Internacional de Entidades Fiscalizadoras Superiores

Nesta última terça-feira (12), aconteceu a primeira reunião conjunta entre as Redes das Escolas de Contas, de Gestão de Pessoas, Comitê de Aperfeiçoamento Profissional, Comitê de Normas de Auditoria e ISC-TCU para alinhar a forma de participação dos TCs na força tarefa da INTOSAI para a criação da norma sobre competência profissionais.

O TCU é membro oficial da INTOSAI e ele quem representa o Brasil nesta organização internacional. Por meio de sua Secretaria de Relações Internacionais, o TCU foi convidado a participar da força tarefa de criação da norma sobre competências profissionais.

Como o TCU-ISC tem acordo de cooperação com o IRB para integrar a Rede das Escolas e realizar ações de capacitação (acesse aqui o Acordo de 2018) e, como já é um projeto da Rede das Escolas, coordenada pelo Comitê de Aperfeiçoamento Profissional, e Rede de Gestão de Pessoas, coordenada pelo Comitê de Gestão de Pessoas, foi sugerido que, por intermédio do ISC, as Redes e Comitês possam participar da força tarefa, fazendo comentários e sugestões dos documentos que serão construídos, os quais serão repassados à Secretaria de Relações Internacionais que os traduzirá e reportará à INTOSAI.

Na reunião, as Redes e Comitês debateram os documentos base da INTOSAI para a construção da norma, que inclui o quadro de competências transversais a todos os tipos de auditoria e verticais conforme o tipo de auditoria (financeira, operacional ou de conformidade).

Uma das diretrizes para o trabalho é pensar nas competências para uma profissão global, mas com soluções locais. Com isto, a rede pretende levantar não só sugestões globais para uma norma ampla, mas debater a situação do Brasil e de cada Estado.

Confira a ata completa da reunião aqui.

 

ENAP e IRB formatam alimentação automática das capacitações do portal EVG para o portal de cursos do IRB – IRB Conhecimento

IRB-Conhecimento

Na última reunião com os coordenadores da ação 10 da ENCCLA e IRB, houve um encaminhamento de tentar construir uma forma de alimentação automática das ações de capacitação da ENAP para o portal de capacitação do IRB.

E, nesta terça (12), a equipe técnica do IRB com a equipe técnica da ENAP se reuniram para programar o API- aplicativo programming interface entre as plataformas de capacitações destas entidades para alimentação automática das ações de capacitação no Portal de Capacitações do IRB, chamado de IRB Conhecimento, que tem o objetivo de organizar e reunir ações de capacitação gratuitas e online da Rede das Escolas de Contas e de entidades parceiras.

Atualmente, o portal IRB Conhecimento foi construído para uma alimentação manual, por meio de login e senha a ser fornecido a quem aderir ao uso do portal, mas a médio e longo prazo, a ideia é utilizar a mesma solução tecnológica de API para que a alimentação seja automática entre o site do IRB e o site das Cortes de Contas.

Para saber mais sobre o Portal IRB Conhecimento, acesse a Portaria nº11 aqui. Em caso de dúvidas, encaminhe um e-mail para: comunicacao@irbcontas.org.br

 

IRB planeja ajustar agenda de eventos presenciais para eventos online

Na próxima semana, o IRB realizará seu primeiro Fórum Nacional de Auditoria em formato webinar. Este FNA estava programado para ocorrer presencial no TCEMG e seria realizado junto com o Seminário Tribunal do Futuro.

Com a situação de pandemia, os eventos tiveram que ser suspensos e adaptados para o formato de webinar, com duas horas de duração. O primeiro webinar do Seminário Tribunal do Futuro ocorreu na semana passada e foi um sucesso de público, atingindo mais de 500 participantes acompanhando os debates ao vivo.II Fórum Nacional de Auditoria

Com o tema “Auditoria Financeira e a LRF”, o evento acontecerá no dia 22 de maio, as 10:00. As inscrições podem ser feitas aqui.

Com estas experiências, a equipe IRB tem se reunido para adaptar os eventos que já estavam programados para ocorrerem pela internet em formato de webinar.

 

Reunião do Comitê de Ouvidorias, Corregedorias e Controle Social – PROCOR

Reunião Comitê de Ouvidorias

Nesta quinta-feira (14), o Comitê das Corregedorias, Ouvidorias e Controle Social se reuniu para tratar do andamento das ações planejadas para 2020.
Inicialmente, o grupo deu as boas vindas ao Conselheiro Isaías Lopes da Cunha, do TCEMT que participará do Comitê.
Em seguida, foi apresentado os tópicos debatidos na última reunião do PROCOR – Programa Nacional das Corregedorias coordenado pela CGU.
O desenvolvimento do grupo de trabalho da Cartilha das Corregedorias também foi apresentado, inclusive, já sendo divulgada as datas de entrega ja estão previstas para o fim do mês.
E, o último ponto da pauta foi o Encontro Nacional das Corregedorias, já que por conta da pandemia, será necessário ser reagendado ou mesmo ser adaptado para o formato telepresencial.
Até a definição do formato, o Comitê pede aos Tribunais de Contas que enviem sugestões de temas e palestrantes para o email corregedoria@tce.rn.gov.br

 

Projeto Integrar inicia construção de um Referencial de avaliação de políticas públicas descentralizadas

O Projeto Integrar é um Acordo entabulado entre o IRB, ATRICON e TCU, com consultoria da OCDE, para o desenvolvimento de uma metodologia de coordenação de fiscalização de políticas públicas descentralizadas, a exemplo da educação, em que tanto União, Estados e Municípios possuem competências para executar.

Projeto Integrar

O Acordo prevê três fases de trabalho: 1) criação de um referencial analítico que embasou as demais fases; 2) Desenvolvimento de Modelos de Maturidade e Modelos de Integração de Indicadores Públicos para avaliação das políticas públicas descentralizadas (fase atual do projeto); 3)Testes Piloto e ajuste/consolidação dos MODELOS.

No desenvolvimento do Projeto, que iniciou com os Tribunais participantes do Comitê de Educação e atualmente foi aberto para adesão das demais Cortes de Contas, espera-se a entrega dos seguintes produtos:

  1. Solução de TI para o Modelo de Integração de Indicadores
  2. Processo de Planejamento integrado, que orienta a colaboração e seleção conjunta de fiscalizações
  3. Plano de Implementação, para 2021 em diante
  4. Guia ou Referencial de boas práticas e recomendações para uma estratégia de fiscalização de políticas públicas descentralizadas

Este último produto foi tema de uma vídeo chamada nesta sexta (15) para debater o cronograma de sua criação, forma de divulgação, prazos para consulta pública, dentre outras tarefas necessárias para sua publicação e lançamento.

Como o Projeto Integrar é um piloto de desenvolvimento de coordenação de políticas públicas descentralizadas (governança multinível) e iniciou na área de educação, espera-se que após sua implementação e com o Referencial que será publicado, possam ser criados novos acordos entre os Tribunais de Contas do Brasil para aprimorar os modelos de integração de indicadores públicos para outras políticas, como saúde e meio ambiente.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Missão

“Promover a integração, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos métodos e procedimentos de controle externo, aproximando instituições e sociedade, de modo a fortalecer ações que beneficiem a coletividade”

Visão

“Ser referência no conhecimento e na promoção da qualificação e da integração dos órgãos de controle externo”

Sede do IRB
Subsede – “Endereço para correspondências”
Rolar para cima