Pesquisar para entender e aprimorar

O início das conhecidas Pesquisas de Satisfação, método de avaliação de qualidade utilizado por muitas empresas, começou nos anos 60, coincidindo com o período em que o comportamento do consumidor começou a ser aprofundado. A motivação? O aumento no consumo e busca por melhoria contínua na prestação de serviços.

Quanto mais serviços e bens à disposição, menor era a qualidade. Com isso, os consumidores começaram a apresentar problemas, o que criou um clima de insatisfação geral no mercado. Daí a necessidade de estudar e entender as causas e possíveis soluções. No início apenas acadêmicas, as pesquisas migraram para todas as áreas e, a partir dos anos 80, todos passam a conhecer a medição do índice de aprovação do cliente.

Pensando em sempre promover as melhores soluções para a disseminação do conhecimento, o Instituto Rui Barbosa (IRB), realizou uma pesquisa de satisfação com associados, membros e servidores dos TC’s no fim de 2019. O objetivo era entender as reais necessidades desses públicos, bem como traçar estratégias para melhor atendê-los.

A Pesquisa

Ao todo, 382 pessoas responderam completamente os formulários. A maior participação se deu por servidores, especialmente do Piauí, Rondônia, Acre e Sergipe. Além de responder a perguntas sobre as ações mais importes e sugestões de ações que pautariam o próximo biênio da gestão do IRB, os participantes foram convidados a compartilhar sobre temas de interesse e melhor forma de contato.

Diante dos mais diversos meios de comunicação, o e-mail recebeu o maior destaque, sendo eleito como melhor ferramenta para disseminação de informações. Outro ponto interessante diz respeito aos eventos promovidos pela instituição. Além do I Congresso Internacional dos Tribunais de Contas, realizado em novembro, em Foz do Iguaçu (PR), vários outros foram mencionados pelo público.

A pesquisa também trouxe à luz as ações que têm maior importância ou impacto para os membros e servidores dos TCs. Entre os destaques, as capacitações em auditoria, as  NBASP’s, os grupos de estudos e comitês.

A pesquisa também deixou registrada a importâncias das ações realizadas em 2019, como as cinco edições dos Fóruns Nacionais de Auditoria, os quatro Fóruns de Auditoria in company, os encontros dos dez Comitês do IRB, as dez Oficinas ODS, além de todos os demais eventos do   Relatório de Atividades 2019 .

Com base nos resultados obtidos, tanto por meio da pesquisa de satisfação quanto pelas demandas recebidas ao longo do ano, fica claro que o IRB é reconhecido como “A Casa do Conhecimento dos Tribunais de Contas”. Tal fato deve-se ao papel de fomento à capacitação de membros e servidores, especialmente pela tradução das normas internacionais de auditoria, por meio das NBASPs, das capacitações em auditoria do setor público e das ações relacionadas à avaliação de políticas públicas.

Resultados

Mas qual o reflexo disso? Fazendo jus ao papel integrador das Cortes de Contas, o IRB pautará as ações dos próximos anos de modo que seja considerada, também, a opinião do seu público.

Considerando a necessidade de rever objetivos e metas estratégicas, a partir dos próximos meses, será possível acompanhar parte das novas propostas.

Entre os eventos programados, o I Fórum Nacional de Auditoria: Auditoria Operacional & Processo Estruturado – que acontece nos dias 04 e 05 de maço no TC-DF e o Ouvidoria Day – no dia 16 de março,  além de todos os outros que podem ser acessados na Agenda, disponível e sempre atualizada no site do IRB.

Mas vale lembrar, ainda, que o IRB possui sempre todos os seus canais de comunicação abertos e disponíveis para receber sugestões que tornem o seu trabalho ainda melhor e mais acessível a todos.

Confira outras notícias em nosso blog.
Siga o IRB nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/irbcontasorg/
Instagram: https://www.instagram.com/irbcontasorg/

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Missão

“Promover a integração, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos métodos e procedimentos de controle externo, aproximando instituições e sociedade, de modo a fortalecer ações que beneficiem a coletividade”

Visão

“Ser referência no conhecimento e na promoção da qualificação e da integração dos órgãos de controle externo”

Sede do IRB
  • Edifício ION. SGAN 601, Bloco H, Sala 71/73, Térreo – Asa Norte, Brasília – DF CEP: 70.830-018

Subsede – “Endereço para correspondências”
  • Tribunal de Contas do Estado do Paraná – Praça Nossa Senhora de Salette – S/Nº – Centro Cívico – Curitiba – Paraná / PR – CEP 80530-910 Brasil

Rolar para cima